Home Novidades Notícias Corporativas ANVISA aprova termômetros de artéria temporal da Exergen

ANVISA aprova termômetros de artéria temporal da Exergen

O Brasil registrou, até o momento, o que pode ser o surto mais mortal de dengue desde que os números começaram a ser compilados. Dados do Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde em publicação feita pelo Portal G1 destacam que o país ultrapassou os 1,8 milhão de casos da doença somente nas primeiras 11 semanas de 2024, representando um recorde histórico.

Diante dessa situação de alerta no Brasil, que tem valorizado a importância da vigilância sanitária e atenção da população para os sintomas, a Exergen Corporation, empresa projetista e fabricante de scanners infravermelhos, termômetros e sensores, teve recentemente aprovados para uso no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) os Termômetros de Artéria Temporal.

O Dr. Francesco Pompei, fundador e CEO da Exergen Corporation comenta que esta aprovação representa um passo fundamental para garantir que os profissionais de saúde tenham acesso a ferramentas de monitoramento de temperatura de última geração, confiáveis e precisas, essenciais para o atendimento de pacientes em hospitais, unidades de saúde e casas de repouso para idosos.

“Sua aprovação pelas autoridades sanitárias brasileiras ressalta o compromisso do país em integrar tecnologias médicas inovadoras para aprimorar o atendimento e a segurança do paciente”, ressalta o executivo.

Ainda segundo o profissional, a Exergen obteve aprovação para os modelos TAT-2000 e TAT-2000C, este último projetado especificamente para uso doméstico, buscando disponibilizar um monitoramento mais simples para as pessoas dentro de suas casas possam ser capaz de permitir a detecção precoce de um quadro febril.



“Já o TAT-2000, da linha TAT-5000S, é voltado para médicos e enfermeiros em hospitais e clínicas. Este modelo emprega tecnologia infravermelha para detectar o calor naturalmente emitido pela superfície da pele, além de incorporar um sistema patenteado de equilíbrio de calor arterial que considera automaticamente os efeitos da temperatura ambiente na pele”, diz o Dr. Francesco Pompei.

O médico ainda salienta que a regularização dos termômetros no país pela ANVISA reflete o aumento da confiança em relação à adoção de ferramentas inovadoras no setor de saúde. “Este é um passo importante para a Exergen que tem como um dos objetivos oferecer ferramentas para atender um grande número de pessoas, independente do seu contexto social, e em um mercado que está em transformação constante ”, conclui o especialista.

ANVISA aprova termômetros de artéria temporal da Exergen



Previous articleFábrica de Móveis Planejados abre 14 lojas em 2023
Next articleAgência de intercâmbios passa a comercializar microfranquias