Home Novidades Notícias Corporativas Brasília debate influência do biodiesel na industrialização do interior

Brasília debate influência do biodiesel na industrialização do interior

Em meio às discussões no Senado Federal sobre o projeto de lei Combustível do Futuro (PL nº 528/2020) – que estimula a produção e o uso de biocombustíveis -, um grupo de prefeitos estará em Brasília, ao lado de ministros de Estado, parlamentares e empresários para avaliarem e debaterem os reflexos da cadeia produtiva do biodiesel nos indicadores socioeconômicos de diversos municípios. Serão analisados dados inéditos como influência no PIB local, na geração de emprego, renda e atração de investimentos. Essas informações foram coletadas pela Frente Parlamentar Mista do Biodiesel do Congresso Nacional (FPBio).

O encontro acontecerá no seminário “Construindo o Futuro – Biodiesel e Desenvolvimento Sustentável nos Municípios”, organizado pela frente parlamentar, no Ministério dos Transportes, em Brasília, no próximo dia 27 de março, entre 8h e 14h. Segundo a organização, os ministros Alexandre Silveira (ME) e Carlos Fávaro (Agricultura) confirmaram presença, além dos parlamentares da FPBio e dirigentes das principais companhias produtoras de biodiesel e das entidades empresariais do setor.

Caminhões e grupos geradores 100% a biodiesel serão exibidos ao público

Atração à parte será a exibição ao público de cinco caminhões movidos 100% a biodiesel das montadoras Scania, Volkswagen e Volvo, que estarão na área externa do Ministério dos Transportes. Também serão expostos grupos geradores movidos apenas a biodiesel.

“Tramita no Senado Federal o projeto de lei Combustível do Futuro, já aprovado pela Câmara dos Deputados, e ele aborda a evolução da produção de biodiesel. Portanto, a FPBio considera importante promover este seminário para debater, com base em dados estatísticos, a influência que o setor de biodiesel exerce no desenvolvimento e, mais precisamente, na industrialização do interior do país”, afirma o presidente da FPBio, deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS).



Alceu Moreira ressalta que a mostra dos caminhões e grupos geradores, que já são vendidos no Brasil usando exclusivamente biodiesel, é um complemento simbólico aos debates do seminário. A proposta, diz, é mostrar às autoridades e ao público em geral que, enquanto o país adota um teor de mistura do biodiesel ao óleo diesel fóssil de 14%, a tecnologia evoluiu e permite aos setores de transportes e de geração de energia usarem 100% desse biocombustível nos motores e equipamentos, o que contribui para reduzir o conjunto das emissões de gases do efeito estufa no país, produzidas a partir da queima de combustíveis fósseis.

Serviço:

• Seminário “Construindo o Futuro – Biodiesel e Desenvolvimento Sustentável nos Municípios”

• Exposição de caminhões e geradores 100% movidos a biodiesel

Data: 27/3/2024; Horário: das 8h às 14h; Organização: FPBio

Local: Auditório Professor Lourenço Chehab, Ministério dos Transportes – Brasília

Inscrição gratuita e programação – https://forms.gle/j7H4QhqeFPJuNrJL7

O evento tem o apoio da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), da Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil (Aprobio) e da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio)

Brasília debate influência do biodiesel na industrialização do interior



Previous articleMedisca abre MAZ ® Lab no Arizona: um centro de inovação e recursos para o cliente
Next articleTreinamento corporativo adota nova abordagem com Business Influencers