Home Novidades Notícias Corporativas Documentário brasileiro sobre a pesca da truta vence Festival na Espanha

Documentário brasileiro sobre a pesca da truta vence Festival na Espanha

O MAF – Marginal Art Festival surgiu 2010 com a premissa de levar arte em suas diversas formas a novos ambientes e a cada ano acontece em uma cidade diferente. Na Europa está completando a sua 8ª edição e dentre as categorias estão as obras de melhor curta metragem, melhor poética, melhor produção audiovisual, melhor criação, melhor direção, melhor roteiro e melhor documentário. 

A gravação do episódio “Rainbow Trout” (Truta Arco-íris), foi realizada no Aka Lodge, um ambiente turístico de Guarapuava, localizado no distrito de Entre Rios, que possui as condições necessárias para a captação das imagens, incluindo o rio São Gerônimo que foi povoado pelas trutas para monitoramento da qualidade da água, há mais de 20 anos.

Produzida pela produtora Clube da Pesca.org, a obra foi licenciada pela Amazon Prime Internacional e está disponível para os Estados Unidos e Reino Unido. Segundo o diretor da obra, Thiago Henrique Fantini, a conquista é o reconhecimento por um trabalho feito com capricho e total dedicação: “O episódio Fishing Factor – Rainbow Trout, que venceu o festival, foi uma das poucas produções da série Fishing Factor que tivemos incentivo tanto da iniciativa privada como por parte da prefeitura de Guarapuava-PR. Esse incentivo nos possibilitou produzir o episódio com um melhor acervo tecnológico que, junto com o cenário espetacular da região onde foi gravado, resultou na importante conquista”.

“É muito bom ver Guarapuava sendo reconhecida pelas suas belezas naturais e, principalmente, ver o nome da cidade sendo levado para tão longe, em ares internacionais. Guarapuava é uma cidade turística e esse reconhecimento nos mostra que estamos no caminho certo, construindo um lugar que atrai cada vez mais turistas que movimentam a economia dos grandes e pequenos empresários”, relatou o prefeito de Guarapuava Celso Góes.

“Ficamos muito contentes em saber que esse episódio da série Fishing Factor, gravado aqui em Guarapuava, foi o vencedor deste tão importante Festival de Cinema Europeu. Além de mostrar as nossas belezas para muitos países e pessoas, demos muita sorte a eles. Assim, seguimos trabalhando com as parcerias, mostrando que nossa cidade tem diversos atrativos para receber nossos turistas”, destacou a secretária de Turismo e Eventos, Katriane Mila.



De acordo com a ANCINE, as mostras e festivais são a primeira porta de entrada de uma obra audiovisual, além de serem os principais canais de difusão de obras de novos realizadores, de curtas-metragens e de produções nacionais e estrangeiras não exibidas em circuito comercial.

Além disso, o estímulo à exibição cinematográfica e a possibilidade de levar o cinema e a produção audiovisual até o público nas cidades mais distantes dos grandes centros são também objetivos de realizadores de mostras e festivais, sendo certo que no caso tanto a equipe de produção envolvida no projeto quanto os apoiadores ganharam uma projeção internacional inesperada. 

Segundo um dos documentaristas da série, Bruno Fernandes, o feito foi a realização de um sonho: “É incrível o que conseguimos fazer com uma equipe reduzida e com o orçamento que tínhamos para produzir. Projetamos a pesca esportiva brasileira, fomentamos o turismo sustentável, divulgamos esse lugar maravilhoso que é Guarapuava e além de tudo isso conquistamos um festival de cinema. É a realização de um sonho”

Já para o diretor de fotografia da obra, Cezar Roberto Oliveira, a conquista serviu para trazer ao mercado audiovisual brasileiro uma reflexão: “Um tema sobre a pesca esportiva ganhar um festival internacional é de suma importância pois ascende no mercado audiovisual um sinal de alerta relativo a necessidade de inovação no que tange aos temas comumente explorados.” 

Foi a segunda indicação da série para um festival. Também é o primeiro documentário brasileiro sobre pesca esportiva a vencer um festival de cinema. 

A pesca esportiva movimenta hoje, só no Brasil, segundo dados do Ministério da Pesca e Aquicultura (2024), mais de 2 bilhões de dólares, sendo uma das atividades ao ar livre que mais fomentam a economia atrelada ao turismo. Já no Mundo, a pesca movimenta mais de 700 milhões de pessoas e cerca de US$ 200 bilhões de dólares ao ano, segundo o Banco Mundial.

Documentário brasileiro sobre a pesca da truta vence Festival na Espanha



Previous articleABIMAQ realiza curso de Técnicas de Vendas
Next articleFranquia de fast food seleciona master franqueados no Brasil