Home Novidades Notícias Corporativas Formações Internas combatem carência de profissionais em TI

Formações Internas combatem carência de profissionais em TI

Apesar da recente desaceleração no mercado de startups e de alguns layoffs no setor, a escassez de profissionais de tecnologia qualificados continua sendo um dos principais desafios enfrentados por empresas em todo o mundo, tanto que em julho de 2022 existiam 24 mil vagas abertas para os 25 cargos de tecnologia em alta, no mesmo período de 2023 esse número aumentou para 33 mil,  um aumento de 38%, segundo estudo realizado pela plataforma de inteligência de vendas Cortex.

Nesse cenário desafiador, algumas empresas começaram a entender que precisavam investir na formação de novos profissionais que atendam às suas peculiaridades técnicas e comportamentais.

Foi o que fez a carioca MXM Sistemas,  com mais de 500 colaboradores, sendo 100 deles na área de tecnologia, a empresa decidiu que a melhor forma de encontrar novos profissionais seria formando-os de acordo com suas necessidades e, pelo segundo ano consecutivo, uniu-se à Escola de Programação Ímã Tech para oferecer uma formação, gratuita para alunos, em Desenvolvimento Full Stack, com o objetivo de identificar e contratar os alunos mais promissores ao final do programa.

O programa tem duração de seis meses e inclui aulas ao vivo três vezes por semana, além de mais de 100 horas de aulas gravadas e projetos práticos semanais que visam simular o ambiente empresarial.

Na primeira edição do programa em  2022, oito profissionais foram contratados e, segundo a MXM, eles se destacaram por demonstrar elevado nível de interesse, resiliência, capacidade de aprendizado técnico, habilidade para trabalho em equipe e habilidades interpessoais como comunicação. Celso Brandão, CEO da Ímã Tech, explica que o programa foi desenvolvido de acordo com as tecnologias utilizadas pela empresa, fornecendo aos alunos uma formação adicional em Soft Skills. A metodologia aplicada visa selecionar os profissionais mais alinhados com as vagas oferecidas, utilizando um processo de seleção rigoroso: “Nossa formação segue um formato de funil, começando com 250 alunos e aumentando o nível de exigência até chegarmos a cerca de 50 a 60 alunos, dentre os quais a empresa escolhe aqueles que apresentam maior aderência e compatibilidade cultural.”



Além de sua relevância para o mercado de trabalho, o programa se destaca por seu forte compromisso social, permitindo que pessoas de baixa renda acessem uma formação que, no mercado, custaria entre 15 e 25 mil reais “Já auxiliamos dezenas de empresas a encontrarem profissionais de TI em formações 100% gratuitas, isso possibilita a contratação de pessoas de baixa renda, como imigrantes venezuelanos e pessoas em alta vulnerabilidade social.

As inscrições para o programa estão abertas até o dia 20 de setembro e podem ser realizadas através do site da Ímã Tech: ( https://www.imatech.io ). As aulas estão programadas para iniciar no início de outubro e se estenderão até março de 2024, quando a MXM dará início ao processo de contratação dos alunos que se destacarem.

Formações Internas combatem carência de profissionais em TI



Previous articleSão Paulo sediará a 11ª edição da Expo Ceviche 2023
Next articleTryboo inaugura projeto no segmento de festas infantojuvenis