Home Novidades Notícias Corporativas Incorporadoras investem em certificações de inovação

Incorporadoras investem em certificações de inovação

Estudos comprovam que as certificações internacionais que garantam projetos saudáveis e melhoram a saúde e o bem-estar dos seus moradores têm ganhado cada vez mais espaço no mercado imobiliário. Foi o que apontou pesquisa divulgada pelo Center for Active Design (CfAD), entidade sem fins lucrativos dos Estados Unidos presente em mais de 180 países. Segundo o levantamento, 49% dos proprietários de edifícios estão dispostos a pagar mais por empreendimentos que demonstrem ter um impacto positivo na saúde. Além disso, 84% entendem como seus edifícios dão suporte à saúde graças ao acesso às informações e dados de desempenho necessários para certificar um projeto. 

Para atender o anseio do mercado, o Center for Active Design criou o selo Fitwel, certificação concedida a empreendimentos que melhoram a saúde e o bem-estar dos seus moradores e comunidade local. Dentre os requisitos avaliados estão mobilidade, localização e áreas verdes. 

Atentas a esses movimentos, as empresas do setor estão buscando desenvolver empreendimentos que preencham requisitos ambientais, sociais e de governança. Um dos empreendimentos que conquistou o selo Fitwel no Brasil é o ON Melo Alves, localizado nos Jardins, em São Paulo, e entregue em janeiro. O projeto é assinado pela FGMF Arquitetos e é o segundo entregue pela joint-venture entre a Vitacon e a 7 Bridges Latin America.  

Projetado no conceito Urban Farm, o edifício tem como um dos diferenciais horta comunitária e uma extensa área de paisagismo. Outro conceito inovador presente no empreendimento ON Melo Alves é o app space, aplicativo de celular que permite aos moradores reservarem as áreas comuns, agendarem serviços de manutenção e limpeza e comunicarem a chegada de visitantes ou entregas. 

Certificação reforça a preocupação com a sustentabilidade e bem-estar  



O ON Melo Alves conta com studios e apartamentos de um dormitório, com metragens que variam entre 15 e 56 metros quadrados, além de studio garden, unidade com terraço e que pode chegar a 123m². São 27 andares, totalizando 289 unidades, três lojas e terreno com área total de 1,5 mil metros quadrados.  

“A conquista da certificação reforça a preocupação com a sustentabilidade, garantindo o bem-estar dos seus moradores e comunidade local. São Paulo é uma cidade que exibe uma rica diversidade arquitetônica, abrangendo desde estruturas históricas até obras modernistas e contemporâneas, e só tem a ganhar com a inovação na paisagem urbana”, afirma o CEO da Vitacon, Ariel Frankel.

O arquiteto Lourenço Gimenes, diretor e um dos fundadores do FGMF Arquitetos, afirma que o empreendimento tem conceito inovador por oferecer à cidade áreas verdes, lojas e uma travessia entre a Rebouças e a Melo Alves, ao mesmo tempo em que estimulam a vida urbana e a segurança.  

Gimenes destacou, ainda, os diferenciais arquitetônicos que tornam o projeto diferente dos edifícios da região. “Quisemos fazer um edifício notável desde a estrutura até a escala do pedestre. Ele é ousado, diferente, mas também gentil no pavimento térreo: jardins, comércio e uma inusitada travessia entre ruas fazem dele parte real do dia a dia da cidade, não só dos seus moradores”.  

Incorporadoras investem em certificações de inovação



Previous articleEstimular a saúde íntima: a importância da suplementação
Next articleSound Royalties Inicia 2024 Positivamente com a Nomeação de Barbara Ocasio para a Equipe Executiva e Promoção de Amandine Auguste a Vice-Presidente de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente