Home Novidades Notícias Corporativas Maio Verde destaca risco de contaminação cruzada para pessoas com doença celíaca

Maio Verde destaca risco de contaminação cruzada para pessoas com doença celíaca

Durante o Maio Verde, a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) destaca a crescente necessidade de adoção de práticas seguras de manipulação de alimentos. Esta iniciativa visa proteger as pessoas diagnosticadas com esta condição autoimune, que sofrem impactos severos devido à ingestão de glúten. Além disso, foca em conscientizar sobre os riscos da contaminação cruzada e promover a adoção de práticas seguras de manipulação de alimentos tanto em ambientes domésticos quanto profissionais.

1-Entendendo a Doença Celíaca
A doença celíaca é uma doença autoimune que afeta indivíduos com predisposição genética. Nesses casos, consumir glúten leva a danos no intestino delgado. Estima-se que essa condição impacte aproximadamente 1% da população global, porém, somente cerca de 30% dessas pessoas recebem um diagnóstico correto. O controle rigoroso da dieta é essencial, pois mesmo traços mínimos de glúten podem provocar reações adversas sérias.

2-O que é Contaminação Cruzada?
A contaminação cruzada ocorre quando alimentos isentos de glúten entram em contato direta ou indiretamente com partículas de glúten, isto pode ocorre desde o plantio a cozinhas profissionais ou domésticas, seja por utensílios ou até mesmo através de toalhas e superfícies. Entender e controlar essa contaminação é vital para a segurança dos celíacos.

Para aqueles com doença celíaca, a contaminação cruzada pode desencadear sintomas como dor abdominal, fadiga e deterioração da saúde intestinal, resultando em consequências de longo prazo se não geridas adequadamente.



3-Estratégias para Prevenção

  • Uso de áreas de preparação de alimentos exclusivas para produtos sem glúten.
  • Equipamentos de cozinha dedicados, como tábuas de corte e torradeiras.
  • Educação contínua de familiares, amigos e profissionais da alimentação sobre como manipular alimentos de maneira segura.

“O único tratamento para a doença celíaca é uma dieta isenta de glúten e livre de contaminação cruzada para o resto da vida”, diz o dr. Áureo Delgado, Coordenador da Campanha Maio Verde. 

4-Ações no Maio Verde

Durante o Maio Verde, a FBG está promovendo campanhas de educação para informar a sociedade, restaurante e profissionais da medicina sobre a doença celíaca, através de materiais informativos em suas mídias sociais e ações presenciais em diversos estados.

A conscientização e educação sobre a Doença Celíaca e a contaminação cruzada são fundamentais para a segurança e bem-estar dos celíacos. A FBG convida todos a se engajarem neste Maio Verde para promover um ambiente mais seguro e inclusivo.

Fonte: Celiac Disease Foundation 

 

*Este texto não substitui uma consulta médica. Em caso de dúvidas, um profissional de saúde deve ser consultado.

Maio Verde destaca risco de contaminação cruzada para pessoas com doença celíaca



Previous articleCremação: cinzas podem se tornar diamante de joia memorial
Next articleCampinas recebe evento científico sobre terapias avançadas