Home Novidades Notícias Corporativas PIB 2023: Setor Extrativo cresce e gera oportunidades

PIB 2023: Setor Extrativo cresce e gera oportunidades

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados do Produto Interno Bruto (PIB) referentes ao ano de 2023, revelando um cenário de otimismo para a economia brasileira, especialmente no setor da indústria extrativa. Com um crescimento de 8,7%, esse setor registrou uma expansão significativa, impactando positivamente toda a cadeia produtiva do país. Segundo o órgão, a atividade teve alta devido ao aumento da extração de petróleo e gás natural e de minério de ferro.

O aumento na produção da indústria extrativa não apenas impulsionou os números do setor em si, mas também beneficiou as empresas que prestam serviços para essa área, refletindo positivamente em toda a cadeia produtiva da economia.

Mercado aquecido – Com mais de 38 anos de experiência em Terceirização de Serviços, Processos (BPO) e Pessoa, a Infotec Brasil atua nos setores de Óleo e Gás, Energia, Mineração e Siderurgia. Em 2023 a empresa apresentou um crescimento de 41,5% em 2023, o que gerou novos empregos. “Iniciamos 2022 com 2.289 colaboradores. Em 2023 esse número subiu para 3.755. Foi um aumento de 64%. Dessas novas oportunidades, em torno de 80% são para o setor de Óleo e Gás. Atualmente, temos 398 vagas abertas em todo o Brasil para diferentes níveis de formação e qualificação. É o crescimento do setor impulsionando toda a cadeia. Isso é muito positivo para toda a sociedade”, afirma Ana Claudia Freire, Diretora de Gente da empresa.

Novos formatos de serviço – Outro mercado que se beneficiou da alta na Indústria Extrativa foi o da saúde ocupacional. Empresas como a BR MED, especializada em Saúde Corporativa, tiveram que repensar formatos devido à grande demanda de clientes. No último ano, a companhia aumentou sua rede de clínicas para o atendimento em todos os aeroportos do Sudeste do país e criou um novo formato de atendimento: as ‘Aeroclínicas’, postos avançados especializados na avaliação dos marítimos imediatamente antes do embarque em aeronaves com destino às plataformas de petróleo. 

Em um ano a BR MED inaugurou seis unidades entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, sempre em pontos estratégicos de embarque e desembarque de trabalhadores do segmento. “Hoje temos nossas Aeroclínicas em todos os aeroportos offshore da região Sudeste. Realizamos exames e testes toxicológicos. A testagem em terra, momentos antes do embarque, oferece um atrativo às companhias: o fator econômico. No caso de um resultado positivo no exame toxicológico realizado em terra, o embarque do colaborador é suspenso e evita o custo das viagens no caso dos exames realizados a bordo. Todo esse processo surgiu com o crescimento de demandas do setor”, explica Leonardo Miers, COO da BR MED.



Esse crescimento da indústria extrativa e dos serviços correlacionados demonstra não apenas a força desse segmento na economia brasileira, mas também sua capacidade de impulsionar outros setores, gerando empregos e estimulando o desenvolvimento econômico em todo o país. O desafio agora é manter esse ritmo de crescimento e buscar estratégias para garantir a sustentabilidade e a diversificação da economia no longo prazo.

PIB 2023: Setor Extrativo cresce e gera oportunidades



Previous articleTax & Co lança equipe de corrida na AMG CUP Brasil 2024
Next articleTÜV SÜD expande ainda mais sua experiência em proteção climática e sustentabilidade