Home Novidades Notícias Corporativas Ambiente corporativo dinâmico ganha espaço em grandes empresas

Ambiente corporativo dinâmico ganha espaço em grandes empresas

Os ambientes corporativos são cada vez mais pensados e planejados com base no bem-estar dos colaboradores e na eficiência da entrega dos resultados. A identificação da marca com o visual da empresa é outro fator que pesa na escolha de projetos para escritórios.

A era digital revolucionou a forma de trabalho e de interação, e a busca por um equilíbrio entre foco, colaboração e descanso se tornou vital para maximizar a produtividade e promover ambientes de trabalho saudáveis. Neste cenário, o papel dos móveis corporativos ganha destaque.

Rildo Correa, sócio e diretor da DSilva Móveis Personalizados, explica como os móveis corporativos podem influenciar no ritmo do ambiente. “Eles desempenham um papel fundamental na criação de espaços de trabalho eficientes e saudáveis. São o alicerce sobre o qual construímos produtividade e bem-estar”, informa.

A importância do “Tempo Quietude” e da delimitação de espaço

Em ambientes corporativos, onde interrupções são comuns, encontrar momentos de foco é essencial. A adoção do conceito de “tempo quietude” é uma prática crescente nas empresas, e consiste na pausa das notificações durante algumas horas do dia, permitindo que a equipe mergulhe profundamente em suas tarefas.



Essa pausa nas distrações permite que o cérebro opere em sua capacidade máxima, impulsionando a criatividade, a qualidade do trabalho e a eficiência. “Ter móveis ergonômicos e bem projetados é a chave para criar espaços propícios ao foco e à imersão no trabalho. Eles são a base para a produtividade individual”, afirma Sergio Silva, sócio e diretor da DSilva Móveis Personalizados.

A colaboração é parte do processo operacional das empresas, mas ainda assim demanda sua própria estruturação. Delimitar momentos específicos para interações e alinhamentos promove debates mais produtivos e tomadas de decisão mais ágeis. Móveis de escritório bem projetados desempenham um papel crucial nessa dinâmica, criando espaços colaborativos funcionais.

 Ambientes de Trabalho Saudáveis: Valorizando descanso e breves intervalos

Em meio a demandas constantes, as pausas se tornam indispensáveis. Reconhecer o valor do descanso é vital para manter a energia e o foco ao longo do dia. Móveis corporativos que proporcionam áreas de descanso confortáveis e acolhedoras contribuem para esse equilíbrio.

Conciliar foco, colaboração e descanso é um desafio contínuo no cenário corporativo. A implementação de móveis de qualidade que atendam às necessidades específicas de cada empresa e equipe é essencial.

Isso não apenas aumenta a produtividade, mas também constrói ambientes de trabalho mais saudáveis, onde as equipes se tornam mais engajadas, motivadas e satisfeitas. “Os móveis corporativos não são apenas peças de mobília, são investimentos em produtividade e bem-estar no ambiente de trabalho”, completa Rildo Correa.

 Ambientes corporativos de alto padrão

Rildo Correa e Sergio Silva, profissionais que estão à frente da DSilva Móveis Personalizados, relatam que as empresas estão buscando cada vez mais facilitar a rotina de trabalho, imprimir sua cultura e melhorar a produtividade por meio de projetos arquitetônicos.

Foi o caso de uma empresa multinacional, que implantou um novo prédio nas instalações localizadas em Cravinhos, no interior de São Paulo, e acionou a DSilva e o arquiteto Rafael Granero para a idealização do projeto de ambientes e móveis planejados para o novo escritório.

Com o propósito tornar os ambientes mais eficientes, confortáveis e diferenciados, por meio de soluções inovadoras, a empresa adotou a arquitetura corporativa planejada, que prioriza o bem-estar dos funcionários. “Foi implantada a ideia de comodidade e versatilidade, com cabines, salas de reuniões modernas e, a pedido dos diretores da empresa, a valorização do aspecto da madeira”, comenta Sergio, que acompanhou todo o projeto.

Ambiente corporativo dinâmico ganha espaço em grandes empresas



Previous articleMater Dei Santa Genoveva inaugura 4° Andar com 27 novos leitos
Next articleLogística encontra desafios e busca crescimento em 2024