Home Novidades Notícias Corporativas Investimento da BYD na Bahia impulsiona setor imobiliário

Investimento da BYD na Bahia impulsiona setor imobiliário

O investimento bilionário anunciado pela montadora chinesa BYD em Camaçari, na Grande Salvador, na Bahia, tem impulsionado a economia na região. A multinacional elevou de R$ 3 para R$ 5,5 bilhões os aportes nas operações locais, com a geração de 10 mil vagas de empregos nos próximos anos. Um dos reflexos dessa movimentação é o setor imobiliário. Em três eventos com empresários, corretores e moradores da região, a Cipasa Urbanismo fechou R$ 10 milhões em VGV (Valor Geral de vendas) do empreendimento em Camaçari.

O diretor executivo da empresa, Rogério Riquelme, diz que a surpresa foi que o VGV foi atingido em oito horas e representa 40% em vendas do empreendimento Vívea Parque Jones. “O volume é reflexo do aquecimento do mercado imobiliário na região, com a chegada da BYD e de novas empresas no polo de Camaçari”, acredita.

“Notamos que o mercado imobiliário está aquecido desde o anúncio da instalação da BYD na região, no ano passado, e vem aumentando com o anúncio do início das obras na passada e a elevação dos investimentos”, explica o executivo.

Benária Laurentino Paniago, gerente de Marketing da Cipasa Urbanismo, conta que as previsões de negócios foram amplamente superadas pelo curto espaço de tempo. Ela lembra que nos últimos anos a companhia já aportou mais de R$ 10 milhões em melhorias da infraestrutura na região, como modernização da entrada que liga Camaçari a Salvador e em um túnel próximo ao empreendimento.

Sobre a Cipasa Urbanismo 



Com 31 anos de história e presença em 23 estados, a Cipasa Urbanismo está presente em Camaçari (BA), com o Vívea Parque Joanes. A empresa atua como desenvolvedora de projetos urbanos no Brasil, com mais de 200 deles lançados ou em desenvolvimento.

Investimento da BYD na Bahia impulsiona setor imobiliário



Previous articleSCD Credifit é a mais nova associada da ABCD
Next articleComo câmeras térmicas podem evitar tragédias por superaquecimento?