Home Novidades Notícias Corporativas Roadcard e Move Mais lançam TAG do Caminhoneiro

Roadcard e Move Mais lançam TAG do Caminhoneiro



A Roadcard, instituição de pagamentos eletrônicos de fretes, e a Move Mais, administradora de meios de pagamentos eletrônicos, estão lançando a TAG do Caminhoneiro, a primeira tag de pagamento eletrônico de vale-pedágio que não exige vínculo de cartão de crédito ou conta corrente no processo de compra e recarga, permitindo que o carregamento de créditos seja feito por PIX ou boleto bancário.

A TAG do Caminhoneiro é isenta de custos que dificultavam o acesso dos caminhoneiros a esse meio de pagamentos, como a cobrança de mensalidades e a necessidade de recargas obrigatórias. Após a primeira carga, o saldo da tag não expira e ela fica habilitada para receber qualquer tipo crédito, inclusive o pagamento do vale-pedágio obrigatório, de qualquer contratante de transporte.

Segundo Anna Luiza Miranda, diretora de Marketing, Inovação e Produto da Roadcard, a TAG do Caminhoneiro resolve algumas questões que impediam a utilização deste meio de pagamento pelos caminhoneiros autônomos, já que a maioria dos planos exige a vinculação de cartão de crédito. “Estamos sempre buscando inovar para atender às necessidades de nossos clientes, transportadores e caminhoneiros, públicos que conhecemos de perto e com os quais lidamos diariamente há mais de 12 anos”, afirma. “O plano TAG do Caminhoneiro, em parceria com a Move Mais, chega para oferecer mais comodidade e segurança para esses profissionais”, completa.



Para adquirir a TAG do Caminhoneiro, os motoristas precisam acessar o site da Move Mais e validar seu cadastro, uma vez que o plano é destinado, nesse primeiro momento, a clientes Pamcard – que conta com mais de 600 mil profissionais em sua plataforma.

Em seguida, pode escolher um dos planos oferecidos e realizar o pagamento, por PIX ou boleto bancário, da taxa de adesão e da carga mínima inicial. Para planos de Pessoa Física, o valor mínimo de carregamento é de R$ 100, com taxa de R$ 15,50. Para planos de Pessoa Jurídica, o carregamento mínimo é de R$ 250, com taxa de R$ 26,50.

Como campanha de lançamento do plano TAG do Caminhoneiro, todos os motoristas que já receberam pagamentos por meio do sistema Pamcard – como o Cartão Pamcard, a Conta Digital Pambank ou PIX – estarão isentos da taxa de adesão e de envio da tag, que também poderá ser retirada em alguns pontos comerciais, espalhados pelo país.

“Este produto em parceria com a Move Mais vem atender a uma demanda latente dos nossos clientes, que buscam dar mais agilidade às operações logísticas, mas que não vinham tendo êxito quando o transporte era realizado com motoristas autônomos ou equiparados, em função das dificuldades de adesão dos planos tradicionais”, explica Everton Kaghofer, diretor comercial da Roadcard. “Além disto, é um passo muito importante na preparação do mercado de transporte de cargas para o futuro que é o Free Flow (sistema de cobranças em praças de pedágio)”, completa.

Novas regras do Vale-Pedágio

A TAG do caminhoneiro também vai contribuir para que as empresas contratantes de motoristas autônomos cumpram as novas regras do Vale-Pedágio Obrigatório, que entraram em vigor em setembro, com a Resolução nº 6.024/23 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Uma das normas é a proibição deste pagamento em espécie.

O Vale-Pedágio Obrigatório só pode ser pago por fornecedoras habilitadas pela ANTT.  Uma dessas empresas é a Roadcard, que oferece opções de pagamento via cartão (Pamcard) ou por tags de empresas parceiras, como a Move Mais.

O não cumprimento das regras da ANTT, incluindo a falta de aquisição e disponibilização do Vale-Pedágio Obrigatório ao transportador, resultará em uma multa de R$ 3.000,00 por veículo e por viagem.

Sobre a Roadcard

A Roadcard é uma IPEF (Instituição de Pagamento Eletrônico de Frete) homologada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Há mais de uma década, oferece a solução de pagamentos mais completa e integrada do mercado: a Solução Pamcard. Por meio dela, os contratantes podem pagar o frete, o vale-pedágio, o vale-abastecimento e ainda fazer a gestão de despesas e gerar o CIOT (Código Identificador da Operação de Transporte).

Tudo isso é realizado de uma forma prática, ágil e segura, trazendo mais eficiência à operação dos clientes e, ao mesmo tempo, melhorando a vida dos caminhoneiros e dando a eles cada vez mais liberdade de escolha e condições ideais para exercerem sua profissão.

Mais informações em https://roadcard.com.br/

Roadcard e Move Mais lançam TAG do Caminhoneiro



Previous articleExposição MySelfie conta com 29 esculturas em tamanho real
Next articleCirium: assentos domésticos no Dia de Ação de Graças nos EUA em 2023 aumentaram 7% quando comparados com o Dia de Ação de Graças de 2022