Home CORPORATE CLOUD Ataque massivo de ransomware preocupa usuários de MongoDB na nuvem

Ataque massivo de ransomware preocupa usuários de MongoDB na nuvem



Uma contaminação massiva por ransomware está deixando as empresas que colocam informações na nuvem em pânico. A vulnerabilidade do banco de dados open source MongoDB vem sendo usada por criminosos para sequestrar servidores e exigir resgate. De 27 de dezembro, quando o primeiro ataque foi descoberto, até hoje, 10 de janeiro, mais de 27 mil bases de dados em cloud foram atingidas.

Os criminosos aproveitam uma má configuração nos produtos MongoDB gratuitos e inserem um ransomware nas máquinas. Esse programa maligno criptografa arquivos rapidamente e, quando o administrador tenta iniciar qualquer operação, aparece somente uma mensagem que o servidor foi atacado e as informações para o pagamento do resgate.

O banco de dados open source MongoDB não é conhecido dos usuários comuns de tecnologia mas é muito usado por empresas que colocam informações na nuvem. Grandes empresas do ramo de saúde, telecom e finanças usam o produto, que tem versões gratuitas e pagas. São as gratuitas que estão sendo alvo dos ataques.



Troca de informações
A primeira manifestação do ransomware no MongoDB foi descoberta pelo especialista em segurança Victor Gevers, da fundação GDI, em 21 de dezembro. Um banco havia sido infectado e boa parte de sua base de dados foi sequestrada. Como a instituição demorou para detectar o problema, várias informações foram completamente eliminadas.

A contaminação está se espalhando de forma geométrica e preocupando empresas de segurança. Em uma semana, o número de servidores MongoDB atingidos pulou de 2 mil para 10 mil. Número que dobrou em mais alguns dias. Especialistas em segurança que se envolveram no problema estão trocando informações constantemente para impedir o avanço desse ataque massivo. Uma planilha com os ataques, fontes e documentação dos ataques realizados ao MongoDB foi divulgada on line.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br



Previous articleYahoo divide-se e adota nome Altaba
Next articlePerfil do governo publica, por engano, várias senhas oficiais