Home Novidades Como escolher a máscara de hidratação certa para seu cabelo?

Como escolher a máscara de hidratação certa para seu cabelo?

As melhores máscaras de hidratação são aquelas que possuem extratos vegetais e ativos umectantes, como a glicerina e o pantenol.

Beauty portrait of pretty ginger woman with long hair touching her hair and looking away over cream background

Qual a importância da hidratação para o cabelo?

A hidratação é um tratamento importante para todo tipo de cabelo, pois é responsável por devolver a água dos fios e manter hidratado. Um cabelo desidratado apresenta opacidade, falta de maciez e tende a embaraçar com muita facilidade. É aí que entra a máscara de hidratação para cabelo, capaz de suprir essa necessidade dos fios.

O cabelo perde a sua hidratação natural ao ser exposto a agentes externos como sol, mar e poluição, além do uso de fontes de alto calor como secador e chapinha. Danos extremos podem atingir o córtex do fio, que é a camada responsável pela massa capilar e é composta por proteínas.

Entenda sobre os tipos de cabelo e suas necessidades específicas

Existem quatro tipos de cabelo quando se trata de curvatura: cabelos lisos, ondulados, cacheados e crespos. Dentro dessas divisões, há ainda os graus de curvatura e espessura que podem ser A, B e C. Cabelos lisos, por exemplo, podem ser mais finos ou mais grossos, e cabelos cacheados podem ter cachos mais abertos ou mais fechados.

Entender a curvatura do cabelo facilita a escolha de tratamentos e produtos, pois cada uma delas possui necessidades específicas devido às suas particularidades. Se você está na transição capilar, pode ser difícil identificar agora qual é o seu tipo de cabelo.

Tipo 1: cabelos lisos

Os cabelos lisos costumam apresentar muita sedosidade, mas sofrem com o excesso de oleosidade e às vezes falta de volume. Máscaras de hidratação com proposta de encorpamento são uma excelente opção para fios finos e ralos, seja naturalmente ou decorrente de procedimentos químicos.



O tipo 1A é o famoso “liso escorrido”, que não modela e nem segura penteados facilmente. O tipo 1B possui espessura média, e é mais encorpado. Já o tipo 1C é um liso mais pesado e volumoso, porém muitas vezes mais resistente e brilhante que os outros cabelos lisos.

Tipo 2: cabelos ondulados

Os cabelos ondulados são aqueles que possuem a raiz lisa, mas formam ondas ou até cachos no comprimento e pontas dos fios. Eles perdem a definição com facilidade, então é importante manter o corte em dia para estimular a formação das ondas e cachos.

O tipo 2A é caracterizado por ter pouco volume e formar ondas discretas. O tipo 2B possui maior tendência à formação de frizz, e apresenta ondas mais expressivas. Já o tipo 3B é mais volumoso e começa a formar cachos ao longo do comprimento e pontas do cabelo.

Tipo 3: cabelos cacheados

Os cabelos cacheados apresentam cachos definidos, mas ressecam com mais facilidade que os cabelos lisos e ondulados. Cabelos cacheados mesmo ao serem bem tratados não se tornam tão brilhantes, pois não refletem tanto a luz devido à curvatura em forma de mola.

O tipo 3A possui cachos mais grandes e largos, e pode ainda apresentar a raiz lisa. O tipo 3B forma cachos desde a raiz, e pode apresentar uma textura mais áspera. Já o tipo 3C forma cachos estreitos e difíceis de desmanchar, e costuma ser mais seco nas pontas.

Tipo 4: cabelos crespos

Por fim, os cabelos crespos são aqueles que mantêm a curvatura até mesmo molhados. Eles são mais frágeis que os cabelos cacheados, por isso o uso de máscaras de hidratação com ação fortalecedora é uma excelente opção, assim como o cuidado no manuseio dos fios para evitar a quebra.

O tipo 4A é semelhante ao 3C, por formar cachos mais abertos e definidos. No tipo 4B já se forma o famoso “black power”, com muito volume. Já o tipo 4C é o que mais sofre com o fator encolhimento, além de possuir pouca ou nenhuma definição dos cachos.

Como escolher a máscara de hidratação certa?

As melhores máscaras de hidratação são aquelas que possuem extratos vegetais e ativos umectantes, como a glicerina e o pantenol. Esses ativos são hidrofílicos, ou seja, possuem afinidade por água. Cerca de 12% da fibra capilar é composta por água, o que torna a sua manutenção essencial.

Ao escolher qual a melhor máscara de hidratação, é importante levar em consideração algumas particularidades do seu cabelo, como o tipo e o nível de dano que ele apresenta. As melhores máscaras de hidratação possuem também ativos nutritivos e reconstrutores, que atendem diversas necessidades do fio.

Escolha conforme o tipo e necessidades de seu cabelo

Cabelos com uma curvatura mais fechada, como os cacheados e crespos, tendem a precisar de uma maior reposição de lipídios, já que a oleosidade natural chega com dificuldade a todo o comprimento dos fios. Nesse caso é interessante escolher uma máscara de hidratação que também contenha óleos e manteigas vegetais.

Em contrapartida, cabelos quimicamente tratados precisam de uma maior reposição proteica, para evitar a quebra e o afinamento dos fios. Dessa forma, as melhores máscaras de hidratação são aquelas que também contém ingredientes como proteínas e aminoácidos.

Fique de olho com os ingredientes

Além de entender para que serve a máscara de hidratação e quais ativos você deve procurar no rótulo, alguns outros ingredientes também merecem a sua atenção durante a escolha das melhores máscaras de hidratação: os parabenos, petrolatos e silicones.

Parabenos são conservantes muito utilizados na indústria cosmética, mas que podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. Já os petrolatos e silicones são agentes oclusivos, que criam um filme protetor ao redor do fio. Esse filme retém a umidade nos fios e melhora o sensorial do cabelo, mas não é indicado para quem usa somente shampoos livres de sulfato.

Analise os benefícios extras do produto

Além dos ingredientes da máscara de hidratação, você pode também analisar os benefícios destacados pelo fabricante no rótulo do produto. É comum as melhores máscaras de hidratação possuírem benefícios como alinhamento dos fios, diminuição do frizz e até mesmo estimular o crescimento do cabelo.

Atenção à marca

A marca e o nível de tecnologia dos produtos também precisa ser incluído na escolha de uma máscara de hidratação. Isso porque cabelos muito danificados necessitam de produtos com uma maior concentração de ativos, que proporcionem um tratamento profundo e eficiente. Essas máscaras de alta tecnologia geralmente são de marcas que possuem um valor mais elevado.

Aplique corretamente para obter máximos benefícios

De nada adianta escolher as melhores máscaras de hidratação, mas não saber usá-las corretamente. A máscara deve ser aplicada logo após o shampoo, mas é importante rermover o excesso de água dos fios com uma toalha antes da aplicação. Isso garante que o produto seja melhor absorvido pelo cabelo.

Após enluvar mecha por mecha, basta esperar o tempo de ação indicado pelo fabricante no rótulo do produto e enxaguar completamente. O uso do condicionador após a máscara é opcional, então fica a seu critério aplicá-lo ou não. Depois finalize o cabelo como de costume.

A hidratação é um tratamento importante para todo tipo de cabelo, pois garante a maciez e o brilho dos fios. Uma máscara de hidratação associada a ingredientes como óleos vegetais e proteínas, por exemplo, é capaz de suprir diversas necessidades do cabelo, a depender do caso.

Escolher as melhores máscaras de hidratação para o seu cabelo com certeza se tornou muito mais fácil após essas dicas incríveis da Wella. Não se esqueça de aplicá-las da forma correta para aproveitar todos os benefícios que elas podem proporcionar aos seus fios.



Previous articleFiserv oferece pagamento de VR com QR Code em Tap on Phone
Next articleEntenda o que é aposentadoria e como funciona na prática